ÁFRICA/EGITO - O governo egípcio prepara um documento sobre “proteção das igrejas no islã”

Quinta, 31 Março 2016 islã  

Cairo (Agência Fides) – O Conselho supremo para assuntos islâmicos, organismo ligado ao Ministério egípcio para dotações religiosas (Waqf), publicará em um mês um livro-vade-mécum sobre o tema da “proteção das igrejas no islã”. Foi o que informou, nos últimos dias, o ministro Mohamed Mokhtar, chefe do organismo que tem também funções de monitoração das publicações que circulam nas mesquitas.
O livro em preparação – explicou o representante do governo egípcio – tem o objetivo de documentar que nas sociedades islâmicas, a referência ao Alcorão pode ter uma forma inspirada nos valores da convivência e do respeito entre as várias pertenças religiosas dos cidadãos. O anúncio do ministro chegou quarta-feira, 30 de março, durante a apresentação de uma outra iniciativa editorial, um manual-enciclopédia dedicado à contestação das falsas concepções do islã, que o representante do governo egípcio valorizou como instrumento útil para combater o extremismo.
Em agosto de 2014, a reação dos grupos islâmicos atingidos pela repressão do exército teve como alvo locais de culto e institutos educativos cristãos em todo o Egito. Mais de quarenta igrejas foram incendiadas e saqueadas. Nos dias passados, um tribunal administrativo egípcio estabeleceu que as igrejas, por serem locais de culto, não podem ser demolidas. O pronunciamento administrativo se referia ao caso de uma igreja do Patriarcado greco-ortodoxo vendida há alguns anos, que o proprietário pediu para demolir e construir um novo edifício em seu lugar. (GV) (Agência Fides 31/3/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network