ÁFRICA/BURUNDI - Crianças carentes, desnutridas e deslocadas

Segunda, 21 Março 2016 pobreza  

Facebook

Bujumbura (Agência Fides) - As crianças de Burundi, que representam a metade de uma população de dez milhões de pessoas, vivem no país mais necessitado do mundo, onde a maioria da população sobrevive com menos de 1 dólar e 25 centavos por dia. De acordo com os dados do Índice Global da Fome, 3 de cada 5 crianças sofrem de atraso no crescimento. As últimas safras foram escassas e os preços dos alimentos aumentaram, tornando mais difícil para as famílias alimentar seus filhos. Além disso, o acesso a serviços básicos como saúde e educação estão fora do alcance de muitas pessoas em necessidade. Continua crescendo a violência dentro e em torno das escolas, e desde abril do ano passado, as condições de vida das crianças pioraram drasticamente. Mais de 200 foram capturadas e presas com criminosos adultos.
Mais de 237 mil burundeses, a metade deles crianças, fugiram para os países vizinhos. Outros 25 mil estão deslocados internamente. As crianças que continuam fugindo são mais vulneráveis e correm o risco de ser exploradas, raptadas ou sequestradas por grupos armados. Milhares são os feridos e traumatizados. A organização 'Espaço Amigos da Criança' está ajudando milhares de menores, um quarto dos quais mostram sinais de traumas psicológicos. Administra os medicamentos necessários para os cuidados básicos nas comunidades mais precárias, colabora na reconstrução das escolas destruídas pelas chuvas torrenciais que atingiram o país, para que todas as crianças tenham uma instrução continuada. (AP) (21/3/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network