ÁFRICA/COSTA DO MARFIM - Ataque a Gran Bassam: os Bispos afirmam que estão “chocados”

Sexta, 18 Março 2016 terrorismo   bispos  

Abidjã (Agência Fides) – Subiu para 19 o número de vítimas do ataque terrorista a Gran Bassam, localidade turística da Costa do Marfim, atacada no domingo, 13 de março, por um comando de Al Qaida no Magreb Islâmico (AQMI, veja Fides 14/3/2016).
De fato, foi encontrado numa praia o corpo de um jovem atingido pelos tiros dos terroristas. Segundo as autoridades, as vítimas são 11 marfinenses (dos quais três membros das forças especiais), um de nacionalidade nigeriana, 4 franceses, um alemão, um da Macedônia e um do Líbano. O Ministro da Economia e porta-voz do governo, Bruno Koné, destacou que as vítimas são “muçulmanos e cristãos, pessoas abastadas e simples cidadãos em busca de ganhar o próprio sustento na praia”.
Os Bispos da Costa do Marfim se declararam “chocados com esta nova manifestação de violência mortal”.
Num comunicado assinado por Dom Alexis Touably Youlo, Bispo de Agboville e Presidente da Conferência Episcopal local, os prelados “convidam a todos os nossos compatriotas a serenidade e coexistência pacífica”.
Os Bispos agradecem “aos voluntários que se mobilizaram para socorrer seus irmãos e irmãs” e elogiam “a reação rápida das forças especiais de segurança, dos serviços de emergência, bem como a presença, no local do fato, do Chefe de Estado, Alassane Ouattara, e membros do governo”.
Eles concluem expressando proximidade às famílias das vítimas e aos feridos, assegurando-lhes sua oração pela paz no país. (L.M.) (Agência Fides 18/3/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network