AMÉRICA/PERU - Apelo à calma do Bispo de Pucallpa após 6 dias de greves e violência

Terça, 15 Março 2016 política   violência   bispos  

internet

Greve em Pucallpa, Peru

Pucallpa (Agência Fides) - Num comunicado, o Bispo do Vicariato Apostólico de Pucallpa, Dom Gaetano Galbusera Fumagalli, SDB, junto com os seus sacerdotes, pediu aos cidadãos para que mantenham a calma e busquem o diálogo, no âmbito da greve geral, ainda em andamento, que está ocorrendo na região de Ucayali.
O protesto popular contra o aumento dos preços da eletricidade, da água potável e outras necessidades básicas começou há seis dias com pequenos grupos e agora são muitos os que protestam nas ruas e, com eles, infelizmente, há grupos de vândalos que incitam à violência. A polícia controla muitas ruas, mas a situação permanece tensa.
Segundo a nota enviada a Fides, quem sofre com esta situação é a população, tendo medo de circular pelas ruas. Além da tensão, falta a liberdade de movimento, por causa dos atos vandálicos e da presença da polícia para deter esses vândalos.
"A greve é justa, mas se deve fazer de modo democrático e pacífico. Nos faz mal e nos preocupa que uma greve se torne uma situação de desordem que prejudica o bem comum e o respeito pela dignidade das pessoas. Pedimos, como Igreja, de suspender o mais rápido possível a greve e proceder para estabelecer um mesa de diálogo", afirma o documento.
Dom Galbusera também convidou todos no dia 15 de março para a Missa na Catedral de Pucallpa, para rezar juntos por uma rápida solução ao problema, para evitar a violência e voltar à calma.
(CE) (Agência Fides, 15/03/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network