ÁSIA/PAQUISTÃO - Mulher cristã sequestrada e convertida ao Islã: apelo pela justiça e segurança

Sexta, 11 Março 2016 minorias religiosas   islã   liberdade religiosa   sociedade civil  

Kasur (Agência Fides) - Um apelo pela justiça, a segurança e o respeito pela dignidade de todas as mulheres no Paquistão, especialmente as não muçulmanas, duplamente vulneráveis, foi lançado, através da Agência Fides, por Fouzia Sadiqe, cristã paquistanesa, mãe de três filhos, vítima de sequestro, estupro e conversão forçada ao Islã. A mulher conseguir fugir e se libertar de seu algoz, Muhammad Nazir, muçulmano de 55 anos que a tinha sequestrado na localidade de Burj Mahalam na província do Punjab. Muitos membros da família de Fouzia trabalhavam nos campos de propriedade de Muhammad Nazir e isso constituía uma forte arma de chantagem nas mãos do homem.
“Fui violentada várias vezes antes da conversão ao Islã e do matrimônio forçado. Muitas vezes o homem me ameaçou de morte e ameaçou matar também os membros de minha família”, disse Fouzia ao advogado cristão Sardar Mushtaq Gill que acompanha o caso e está fornecendo assistência e proteção à mulher. “Mantive uma forte fé em Jesus. Tinha a esperança viva de que poderia me salvar”, disse.
Fouzia, o rev. Saleem Karamat Masih, ativistas locais e o advogado Gill iniciaram uma campanha para pedir apoio às mulheres vítimas de sequestros e matrimônios forçados. No Paquistão, se registram pelo menos mil casos por ano de mulheres pertencentes às minorias religiosas, cristãs ou hinduístas que são sequestradas e convertidas ao Islã.
Na maior parte dos casos, a vítima é submetida a violência sexual, estupro, prostituição forçada, mas pode também se tornar objeto de tráfico humano.
A organização LEAD e outras Ongs pedem ao governo para agir sem hesitar em defesa das mulheres pertencentes às minorias religiosas, as mais indefesas e vulneráveis num país onde a condição da mulher é ainda muito difícil, marcada pela subalternidade e violência doméstica. (PA) (Agência Fides 11/3/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network