AMÉRICA/PANAMÁ - “Não ao trabalho infantil, sim a meninas e meninos respeitados e protegidos”

Quinta, 10 Março 2016 menores  

JAIME LUCAR

Boquete (Agência Fides) - Um grupo de artistas panamenhos se apresentará na “Noite Branca para as Crianças” durante a tradicional Grande Noite de Gala, principal evento de angariação de fundos para a Casa Esperanza. A coleta destina-se a apoiar e ampliar os programas que a Casa Esperanza promove em benefício das crianças trabalhadoras e em risco social no Panamá. “Apesar do grande trabalho feito para combater o trabalho infantil, através de programas de saúde e educação, e os notáveis progressos realizados, há cerca de 26 mil meninas e meninos trabalhadores, especialmente nas regiões indígenas”, explica a diretora-executiva da Casa numa nota enviada à Agência Fides. A Casa Esperanza foi fundada como uma Ong em 1992 graças a um grupo de amigos que tinha o objetivo de erradicar o trabalho infantil. Os membros da Ong vão às casas para explicar aos trabalhadores das famílias desses lugares que meninos, meninas e adolescentes não devem trabalhar. “Não ao trabalho infantil, sim a meninas e meninos respeitados e protegidos” é o lema da Casa Esperanza. (AP) (10/3/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network