ÁFRICA/UGANDA - Menores sacrificados como bom auspício para vencer as eleições políticas

Terça, 1 Março 2016 menores  

DFID - UK Department for International Development

Mukono (Agência Fides) – A organização caritativa Kyampisi Childcare Ministries (KCM) denunciou pelo menos seis casos de mutilações e assassinatos de crianças sacrificadas como “auspício” para as recentes eleições realizadas em Uganda. Uma voluntária da KCM contou que as pessoas acreditam que os sacrifícios de sangue tragam riqueza e poder. Também o Ministério do interior do país sinalizou casos de desaparecimento de menores durante o período eleitoral. De acordo com KCM, que se ocupa da proteção de crianças que sobreviveram às violências, os casos remontam aos meses entre outubro e fevereiro nos distritos de Ssembabule, Mukono, Buikwe e Mubende, no centro de Uganda. Outro grave fenômeno na África é o aumento da discriminação contra os albinos, denunciado pelas Nações Unidas, em relação com a crescente demanda por parte dos políticos que, para vencer as eleições, se dirigem à magia negra explorando alguns órgãos dessas pobres vítimas.
(AP) (1/3/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network