AMÉRICA/COLÔMBIA - Carta dos três Bispos de Chocó ao Presidente, para pedir uma assistência de saúde adequada

Quarta, 24 Fevereiro 2016 política   saúde   bispos   igrejas locais   pobreza  

laotracara.co

Hospital Choco

Quibdo (Agência Fides) – As três dioceses colombianas de Quibdo, Istmina-Tado e Apartado e 68 organizações sociais do departamento de Chocó enviaram uma carta ao Presidente da República, Juan Manuel Santos, para lamentar a carência de médicos especialistas e de medicina geral, e o escasso serviço público de saúde.
O Bispo de Quibdo, Dom Juan Carlos Barreto, perguntou como é possível que uma província com 500.000 habitantes não tenha um hospital de terceiro nível, enquanto o único que existe, de segundo nível, está em más condições. "Para ter tratamento especializado, é preciso ir para outras províncias do país. O hospital de Quibdo, que é de segundo nível, está em más condições. Não temos serviços especializados", destacou o Bispo numa nota enviada a Fides. Segundo Dom Barreto, a falta de água e de esgoto em Chocó torna vulneráveis os habitantes da região, que estão sempre doentes e onde são altos os índices de mortalidade infantil.
A carta ao Presidente Juan Manuel Santos foi enviada em 12 de fevereiro, mas ainda não há uma resposta. No documento, de duas páginas, se pede também a intervenção da Superintendência da Saúde. (CE) (Agência Fides, 24/02/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network