AMÉRICA/REP. DOMINICANA - Famílias de trabalhadores afastadas com violência de suas casas

Terça, 23 Fevereiro 2016 direitos humanos  

Clara Sanchiz

Santa Cruz de El Seybo (Agência Fides) – A população da província de El Seibo, leste da República Dominicana, próxima das localidades turísticas de Bavaro e Punta Cana, está indignada com os despejos brutais que se estão verificando nestes dias. Quem lança o alarme, em nota enviada à Agência Fides, é a emissora local Rádio Seybo, segundo a qual, a Companhia Central Romana, proprietária de 70% das terras da província, expande a cada dia suas cultivações de cana de açúcar. O poder econômico da empresa é tanto que age de modo normal, pois há mais de 40 anos goza de impunidade total diante da justiça.
O terror semeado pelos agentes armados da Central Romana continua a angustiar as famílias de Villa Guerrero de Santa Cruz em El Seybo, que viram suas moradias serem destruídas sob seus olhos. Em poucos segundos, foram abatidos 60 casebres, construídos com o suor de mulheres que lavavam e passavam as roupas dos homens, empenhados durante todo o dia no trabalho dos campos e na construção das casas. As famílias viviam há dois anos nestes territórios e viram violados seus direitos fundamentais e sua dignidade de modo indecoroso. Meninos e meninas tiveram armas apontadas e agora transmitem um grande medo; na escola desenham com cores escuras e tristes. Idosos, jovens e também as crianças usam roupas pretas em sinal de luto, pedindo respeito pelas ruas e nos microfones de emissoras da América Latina e do Caribe.
(AP) (23/2/2016 Agência Fides)



Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network