ÁSIA/IRAQUE - Premiê iraquiano: o governo não discrimina com base na religião

Sábado, 20 Fevereiro 2016 sectarismos  

Bagdá (Agência Fides) – O governo iraquiano não discrimina seus cidadãos com base em sua pertença religiosa, considera também os cristãos como um “componente genuíno” da identidade nacional, e fará o possível para impedir que estes emigrem. Com essas considerações, o Primeiro-ministro iraquiano, o xiita Haydar al Abadi, tranquilizou uma delegação de bispos estadunidenses de várias Igrejas cristãs – inclusive o Cardeal Theodore Edgar McCarrick, Arcebispo emérito de Washington – que visitou Bagdá quinta-feira, 18 de fevereiro.
Em 10 de fevereiro passado, durante a sua visita a Roma, o Premiê iraquiano foi recebido em audiência pelo Papa Francisco, e encontrou também o Secretário de Estado vaticano, Card. Pietro Parolin, acompanhado pelo Secretário vaticano das Relações com os Estados, Dom Paul Gallagher.
Durante os colóquios, fez-se referência também à vida da Igreja no país e à situação dos cristãos e das minorias étnicas e religiosas que vivem no Iraque, com referência especial à importância de sua presença e à necessidade de tutelar seus direitos. (GV) (Agência Fides 20/2/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network