ÁSIA/TURQUIA - A Fundação Hrant Dink faz o inventário dos edifícios construídos pelas minorias religiosas

Terça, 9 Fevereiro 2016 minorias religiosas  

Ankara (Agência Fides) – A Fundação Hrant Dink, criada para proteger a memória e os ideais do jornalista e escritor turco de origem armênia, assassinado em janeiro de 2007, fez um inventário dos edifícios construídos em Anatólia por membros e grupos pertencentes às comunidades gregas, armênias, sírias e judaicas: sinagogas, mosteiros, escolas, hospitais e cemitérios que representam uma parte considerável do patrimônio cultural anatólico. A maior parte desses bens terminou nas mãos de proprietários – públicos ou privados – que não possuem nenhuma ligação com as comunidades que financiaram e realizaram as construções.
O inventário – refere Agos, jornal bilíngue turco-armênio – foi realizado graças a um meticuloso trabalho de pesquisa de dois anos e meio e oferece informações úteis sobre cerca de 10 mil edifícios originalmente de propriedade de membros ou instituições pertencentes a grupos minoritários.
No último dia 28 de abril (veja Fides 28/4/2015), teve ampla repercussão a iniciativa atuada por Aram I, Catholicos da Grande Casa de Cilícia da Igreja Apostólica Armênia, que naquele dia, fez apresentar à Corte constitucional da Turquia um recurso contendo o pedido de restituição das residências e propriedades que pertenciam ao Catholicos na cidade de Sis, antiga capital do Reino armênio da Cilícia, correspondente à atual cidade turca de Kozan.
(GV) (Agência Fides 9/2/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network