ÁSIA/ÍNDIA - Os Bispos indianos discutirão os massacres anticristãos e dos mártires de Orissa

Segunda, 8 Fevereiro 2016 perseguições   igrejas locais   minorias religiosas   hinduísmo  

Nova Délhi (Agência Fides) – Os Bispos indianos, em sua assembleia plenária que se realizará de 2 a 9 de março em Bangalore, examinarão e discutirão a questão da perseguição dos cristãos ocorrida no Estado de Orissa em 2007 e em 2008. Como apurado pela Agência Fides, será o Arcebispo John Barwa, de Cuttack-Bhubaneswa (em Orissa), a ilustrar e recordar as violências que se registraram no distrito de Kandhamal. O Arcebispo expressou a sua satisfação por esta possibilidade.
A Igreja em Orissa instituiu um “Dia dos mártires”, que propôs celebrar em nível nacional, e pretende iniciar o processo de beatificação dos mártires de Kandhamal.
No âmbito local, um grupo de sacerdotes e leigos está preparando um elenco detalhado dos mártires de Kandhamal, com as datas de suas mortes, a denominação ou a religião, recolhendo a documentação necessária e os testemunhos para iniciar a fase diocesana do processo canônico.
A violência de Kandhamal, distrito no Estado indiano de Orissa, durou quase quatro meses em 2008, causou mais de 90 vítimas e mais de 50 mil pessoas permaneceram sem casa. Vários bispos e cardeais indianos visitaram o distrito nos anos passados. “Recordar o massacre fará com que não mais se repitam eventos desse tipo, e para nós expressa um desejo de reconciliação plena”, disse à Fides o sacerdote local Pe. Ajay Kumar Singh, que vem de Kandhamal.
Participarão da plenária dos bispos indianos os Ordinários de 171 dioceses indianas, além de bispos auxiliares e eméritos. O tema central do encontro é “A resposta da Igreja na Índia aos desafios atuais”. (PA) (Agência Fides 8/2/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network