ÁSIA/FILIPINAS - A Igreja dá a sua contribuição no combate ao vírus zika

Segunda, 8 Fevereiro 2016 igrejas locais   saúde  

Manila (Agência Fides) - A Igreja nas Filipinas oferece a sua contribuição no combate da difusão do vírus zika no país, unindo-se à campanha de conscientização promovida pelas autoridades governamentais.
Segundo uma nota enviada à Fides, o camiliano Pe. Dan Vicente Cancino, Secretário da Comissão para a Saúde na Conferência Episcopal das Filipinas, disse que em várias dioceses as equipes eclesiais iniciaram a apoiar os funcionários locais comprometidos em alcançar e informar a população que vive nas áreas em risco. “A população exposta é a mesma que é vulnerável à dengue”, disse o secretário.
Pe. Cancino exortou o Governo a um compromisso mais forte e decisivo para combater uma epidemia que já invadiu a América. “É preciso criar uma maior consciência sobre o vírus zika”, disse, fazendo um apelo ao Ministério da Saúde. “Visto que se trata de um vírus novo, existem ainda muitas pessoas que não o conhece e não conhecem as medidas de prevenção”. A prevenção de fato, é uma estratégia-chave, pois não existe ainda nenhum tratamento específico ou vacina para prevenir o vírus zika.
É urgente informar e conscientizar a população especialmente nos povoados rurais, convidando-a a adotar medidas simples para controlar a proliferação dos mosquito, eliminando os lugares onde os insetos depõem os ovos.
O vírus zika, transmitido por um mosquito, tem sintomas leves, mas se afeta uma mulher grávida pode causa a microcefalia no feto. É endêmico em algumas áreas da África e Ásia. Hoje, está de volta depois das epidemias que se manifestaram em alguns países da América Latina como Brasil, Colômbia, Venezuela, Honduras e El Salvador. (PA) (Agência Fides 8/2/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network