ÁFRICA/EGITO - A diocese de Samalot se prepara para celebrar o primeiro aniversário do martírio dos 21 coptas na Líbia

Sábado, 6 Fevereiro 2016 mártires  

CoptsToday

Samalot (Agência Fides) – A diocese copta ortodoxa de Samalot se prepara para celebrar o primeiro aniversário do martírio dos 21 coptas trucidados na Líbia pelos jihadistas do Estado Islâmico (veja Fides 16/2/2015). As celebrações – referem fontes egípcias consultadas pela Agência Fides – terão seu ápice na solene liturgia programada para terça-feira, 16 de fevereiro. Nos dias precedentes e sucessivos, bispos e sacerdotes celebrarão missas e realizarão encontros de oração e de reflexão na diocese à qual pertencia a maior parte dos coptas vítimas do extermínio perpetrado numa localidade costeira líbica, cujo vídeo foi postado nos sites jihadistas.
Os 21 coptas egípcios foram sequestrados na Líbia no início de janeiro de 2015. O vídeo de sua decapitação foi colocado na rede pelos sites jihadistas em 15 de fevereiro.
Aquele vídeo – analisou na ocasião Anba Antonios Aziz Mina, Bispo copta-católico de Guizeh - “foi construído como uma terrível encenação cinematográfica, com a intenção de espalhar terror. E mesmo assim, naquele produto diabólico de ficção e horror sanguinário, se vê que alguns dos mártires, no momento de sua bárbara execução, repetem as palavras ‘Senhor Jesus Cristo’. O nome de Jesus foi a última palavra que tocou seus lábios. Como na paixão dos primeiros mártires, se entregaram Àquele que em breve os acolheria. E assim celebraram sua vitória, a vitória que nenhum carnífice poderá tirar deles”. (GV) (Agência Fides 6/2/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network