ÁSIA/ÍNDIA - Sacerdote católico e três leigos espancados

Terça, 2 Fevereiro 2016

Nova Délhi (Agência Fides) - Condenação pelo gesto grave, solidariedade com as vítimas e início de uma investigação imediata: é o que pede o Cardeal Baselios Cleemis, Presidente da Conferência Episcopal da Índia, depois da agressão ao sacerdote católico Pe. José Kannumkuzhy e três leigos perto de Coinbatore, cidade no Estado de Tamil Nadu, sul da Índia. Conforme uma nota enviada à Fides, em 28 de janeiro uma multidão de jovens, provavelmente próxima a grupos extremistas hinduístas, atacou o sacerdote e três leigos católicos na Diocese de Ramanathapuram, espacando-os com violência e por um tempo prolongado. O sacerdote, 49 anos, pároco da Igreja de São Sebastião em Arapparaora, se encontra em estado de choque e está internado no hospital em estado de semi-consciência, dados os muitos traumas e feridas após a agressão.
Pe. José Kannumkuzhy e os leigos Liji, Joseph e Kannumkuzhy, todos membros do Conselho Pastoral Diocesano, foram verificar a situação no centro de saúde local para crianças com AIDS, chamado "Assis Snehalaya", criado e administrado pelos Frades Menores Conventuais, onde houve a morte de uma criança com HIV. O sacerdote e os leigos estavam indo à Polícia a fim de relatar o fato, mas no caminho foram atacados por uma multidão de 30 pessoas que os obrigou a segui-los espacando-os, protestando e acusando-os da morte da criança. A Polícia, embora avisada, não agiu prontamente para deter a agressão.
A Conferência Episcopal fez um apelo às autoridades para agir prontamente e pediu mais proteção para os agentes católicos. (PA) (Agência Fides 2/2/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network