ÁSIA/TURQUIA - 10 anos do assassinato de pe. Santoro. Bispo Bizzeti: missionário e homem de diálogo, tem muito o que nos ensinar

Terça, 2 Fevereiro 2016 mártires  

Associazione don Andrea Santoro

Associação pe. Andrea Santoro

Trabzon (Agência Fides) – Há dez anos do assassinato de pe. Andrea Santoro, sacerdote italiano morto na Turquia em 5 de fevereiro de 2006, sua figura será comemorada com celebrações litúrgicas em Trabzon – cidade turca no Mar Nero onde foi morto – e em Roma, aonde desempenhou seu ministério pastoral antes de ir para a Península da Anatólia como sacerdote fidei donum. “Sexta-feira próxima, no décimo aniversário do assassinato de pe. Andrea, celebraremos uma missa às 18h30 na igreja de de Trabzon, onde foi morto” informa à Agência Fides o Bispo Paolo Bizzeti SJ, Vigário apostólico de Anatólia: “Estarão presentes na missa – diz o bispo Bizzeti – os poucos membros da comunidade católica local, que são em grande parte estrangeiros, e alguns sacerdotes vindos da Itália. Não quisemos organizar coisas grandes: muitos da própria comunidade de Trabzon não o conheceram e a coisa importante é sublinhar e divulgar a atualidade de sua experiência e de seu modo de agir”. De acordo com Dom Bizzeti, “pe. Andrea foi profético ao indicar a necessidade de diálogo e da convivência cotidiana como dimensões necessárias para compreender os outros. Neste momento, de todas as partes se fazem juízos sumários, generalizados, e isso serve para aumentar a tensão e beneficiar os terroristas. A convivência real, cotidiana, é a única que pode vencer os preconceitos e difundir a imagem autêntica do cristianismo. Por aí vejo tanta gente pronta a desencadear Guerras Santas e Cruzadas, e nós devemos justamente evitar alimentar este espírito. Pe. Andrea, com o seu modo de ser, ajuda a compreensão e a desarmar as lógicas do muro contra o muro. Por isso, a sua figura de missionário e homem de diálogo é atualíssima”.
Em Roma, para comemorar o décimo aniversário do sacrifício de pe. Andrea Santoro, se realizará uma vigília de oração na terça-feira, 2 de fevereiro, às 20h45 na paróquia dos Santos Fabiano e Venâncio, a última paróquia romana onde pe. Andrea foi pároco. O segundo evento é a solene concelebração eucarística que terá lugar em 5 de fevereiro, dia da morte de pe. Andrea, às 19h, na Basílica de São João de Latrão, que será presidida pelo Cardeal-Vigário Agostino Vallini. (GV) (Agência Fides 2/2/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network