ÁSIA/FILIPINAS - Muçulmanos que combatem contra o ISIS: “sinal de sinceridade”, diz missionário

Sexta, 29 Janeiro 2016 islã   violência   terrorismo  

Zamboanga (Agenzie) – “É um passo muito positivo. Demonstra a sinceridade do Moro Islamic Liberation Front (Milf) na busca da paz”: assim, o padre Angel Calvo, missionário claretiano, há várias décadas em Mindanao, hoje morador em Zamboanga, no extremo sul das Filipinas, julga a declaração pública do movimento islâmico que decidiu colaborar ativamente com o governo para deter a difusão do Estado islâmico (Isis) no sul das Filipinas.
No sul das Filipinas, aonde existe uma consistente comunidade muçulmana, o Isis está tentando recrutar novos combatentes e contaminar grupos locais.
“Hoje, o Isis é uma ‘marca’ que funciona. Pequenos grupos radicais locais encontram simpatias com a ideologia do Isis, mas não vejo uma situação de alarme, pois os episódios são isolados”, explica à Fides pe. Calvo. “A postura assumida pelas formações que historicamente representam o Islã filipino, como o MILF, e por muitos outros líderes religiosos islâmicos, evidencia que a comunidade muçulmana no sul das Filipinas rechaça o envenenamento que o Isis tenta realizar”.
“O MILF é bastante engajado no processo de paz. É um processo longo e fadigoso, e requer paciência. Depois do acordo assinado com o governo de Benigno Aquino, o Parlamento atual não ratificou. A questão está adiada para o novo governo, que tomará posse após as eleições de maio de 2016”, conclui o missionário.
(PA) (Agência Fides 29/1/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network