ÁSIA/CAMBOJA - Ano Jubilar, tempo profícuo para o diálogo inter-religioso

Quinta, 28 Janeiro 2016 diálogo   minorias religiosas   ano da misericórdia  

Phnom Penh (Agência Fides) - Deixar-se tocar pela graça de Deus para ter o coração aberto ao próximo, num diálogo franco e acolhedor: é o que pede aos fieis cambojanos Dom Olivier Schmitthaeusler, Vigário Apostólico de Phnom Penh, recordando, numa nota enviada à Agência Fides, que o Ano Jubilar é um tempo favorável para praticar e aprofundar o diálogo inter-religioso, sobretudo a partir do 50° aniversário da declaração do Concílio Vaticano II “Nostra Aetate” que exorta ao diálogo e colaboração com os fieis de outras religiões, reconhecendo e valorizando os valores morais e socioculturais presentes nos fieis que professam outro credo. O diálogo inter-religioso é muito sensível e importante no contexto asiático, onde os cristãos são, na maioria dos países do continente, minoria.
O Vigário apostólico recorda outro aniversário significativo, o 50° da Constituição conciliar “Gaudium et Spes”, e relança aos cristãos no Camboja “o desafio urgente de fazer próprias as alegrias e esperanças, as tristezas e angústias dos homens de hoje, sobretudo aqueles que são pobres ou de alguma forma sofrem”. Os fieis cambojanos, “unidos em Cristo, e guiados pelo Espírito Santo em seu caminho rumo ao Reino, acolham o Evangelho de Salvação para si e para todo ser humano”, deseja, indicando um “programa do Ano Santo”: expandir o próprio coração e agir concretamente para o próximo, num caminho permeado de obras de misericórdia espirituais e corporais”. (PA) (Agência Fides 28/1/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network