ÁSIA/SÍRIA - Atentado no bairro cristão de Qamishli: 3 mortos e 10 feridos

Segunda, 25 Janeiro 2016 terrorismo  

Qamishli (Agência Fides) – Três mortos e 10 feridos: é o balanço do atentado perpetrado na noite de domingo, 24 de janeiro, diante de um internet-café no centro de Qamishli, segunda cidade da província síria de nordeste de Hassakè. A causar mais uma vez morte e devastação no bairro de maioria cristã foram dois explosivos, um dos quais colocado em uma moto-bomba, na rua conhecida como “Miami street”, como o nome do restaurante nela situado.
“As três vítimas são cristãs: um caldeu e dois sírio-ortodoxos”, informa à Agência Fides o Arcebispo Jacques Behnan Hindo, que governa a arquidiocese sírio-católica de Hassakè-Nisibi. “Atualmente”, prossegue o Arcebispo Hindo, “vários boatos falam de uma reivindicação do atentado pelos jihadistas do Daesh. Mas há ainda quem coloque em relação os atentados aos recentes confrontos entre milícias curdas, que querem controlar aquele bairro, e os grupos de autodefesa “Sootoro”, formados por jovens cristãos sírios e assírios, que são ativos naquela área. Consequentemente, muitos pensam que por detrás do atentado pode haver mandantes e executores curdos. Este é outro fator inquietador desta guerra: existe terrorismo, mas às vezes não sabemos quem realmente nos amedronta”.
Os funerais das três vítimas serão na tarde de hoje.
Já em 20 de dezembro passado, os atentados contra dois restaurantes de Qamishli, de propriedade de cristãos, provocaram a morte de 13 cristãos e 6 muçulmanos. Recentemente (veja Fides 20/1/2016), o Patriarca sírio-ortodoxo Mar Ignatius Aphrem II esteve em Qamishli, na regiõa nordeste síria de Hassakè, para realizar uma mediação reconciliadora entre as milícias curdas e os grupos de autodefesa Sootoro.

(GV) (Agência Fides 25/1/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network