AMÉRICA/PANAMÁ - “Não podemos nos acostumar com a violência”: reflexão dos Bispos sobre a situação nacional

Segunda, 18 Janeiro 2016 bispos   conferências episcopais   violência  

Cidade do Panamá (Agência Fides) – A Conferência Episcopal do Panamá (CEP) apresenta em um documento as muitas questões sobre o futuro do país em relação a temas como a reforma eleitoral, a ampliação do Canal transoceânico, o ensino público e a saúde, pedindo respostas claras e concretas. A declaração se insere no âmbito das conclusões da sessão plenária número 203 da CEP, recém-terminada.
Hoje, 18 de janeiro, a Assembleia Nacional deve iniciar a debater sobre o pacote de reformas eleitorais, segundo a proposta apresentada pela Comissão Nacional para reformas eleitorais, mas as críticas e discordâncias sobre vários pontos da proposta estão sempre em aumento. Em seu documento, enviado à Fides, os Bispos reafirmam a necessidade do diálogo, essencial para resolver os problemas do país, e destacam que a situação nacional revela uma profunda crise moral, de valores, comportamentos e motivações, que deveriam ser corrigidos.
O documento contém as conclusões da Assembleia ordinária da Conferência Episcopal, realizada de 11 a 15 de janeiro de 2016, reunida para refletir sobre a realidade da Igreja e da sociedade panamense a fim de oferecer razões de esperança. Elaborado em 11 pontos, o texto apresenta um quadro eclesial e social do país, reconhece as forças da comunidade e convida a um compromisso sério e profundo diante dos desafios do país, neste Jubileu da Misericórdia.
Dentre outras coisas, os Bispos denunciam: “A dignidade humana não é respeitada. Não podemos nos acostumar com a violência, a criminalidade e o homicídio. Esta não é nossa natureza!”. Na conclusão, os Bispos convidam a caminhar com os jovens, participando do Meeting Nacional da Renovação da Juventude, de 21 a 24 de janeiro, a se realizar em Chitre, “para experimentar o jovem rosto alegre da Igreja e encorajá-los a ‘sair’, prontos para ser discípulos e missionários da misericórdia do Pai”.
(CE) (Agência Fides, 18/01/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network