ÁSIA/SÍRIA - Outros 16 reféns cristãos de Khabur (incluindo 8 crianças) libertados pelos jihadistas

Sexta, 15 Janeiro 2016 áreas de crise  

AINA

Hassaké (Agência Fides) - Os jihadistas filiados ao Estado Islâmico (Daesh) libertaram, em 14 de janeiro, outros 16 cristãos assírios que faziam parte do grupo consistente de reféns por eles capturados e deportados em 23 de fevereiro passado, quando as milícias jihadistas realizaram uma ofensiva contra os povoados de maioria cristã assíria espalhados ao longo do vale do rio Khabur, na província síria norte-oriental de Hassaké. Oito componentes do grupo de reféns libertados são crianças. Todos parecem estar em boas condições de saúde. “Desta vez”, refere à Agência Fides o Arcecbispo sírio-católico de Hassaké-Nisibi, Jacques Behnan Hindo, “os reféns foram libertados perto da cidade de Tel Tamar e dali chegaram ao seu povoado de Tel Jazira”.
Os cristãos assírios do vale de Khabur sequestrados pelos jihadistas em fevereiro eram mais de 250. Desde então foram libertados vários grupos de prisioneiros. A última vez, em 25 de dezembro, foram 25 os cristãos assírios de Khabur libertados por Daesh. “Atualmente, segundo os nossos cálculos”, disse ainda à Agência Fides Dom Hindo, “os reféns do grupo que permanecem ainda nas mãos dos jihadistas do Estado Islâmico podem ser menos de setenta”.
No início de outubro, nos sites jihadistas foi difundido o vídeo da execução de três cristãos assírios do vale de Khabur (veja Fides 8/10/2015). O vídeo, gravado segundo rituais macabros feitos também em outros casos pela propaganda jihadista, advertia que as execuções de outros reféns iriam continuar enquanto não fosse depositada a soma pedida como resgate para a sua libertação. (GV) (Agência Fides 15/1/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network