ÁFRICA/SUDÃO DO SUL - Centenas de desabrigados sul-sudaneses retidos no confim com a RDC

Terça, 12 Janeiro 2016 refugiados  

Cartum (Agência Fides) – Centenas de sul-sudaneses abandonam a capital do estado da Equatoria Ocidental, Yambio, para se refugiar na confinante República Democrática do Congo, onde, no entanto, carecem de assistência humanitária, sem alimentos, medicamentos e um lugar de acolhida. O prefeito de Yambio, Daniel Badagbu, visitou a cidade de Nabiapai, na fronteira entre Sudão do Sul e a RDC para encontrar um grande número de desalojados que estão retidos na localidade.
A presença de diversos grupos armados incrementou a insegurança no estado da Equatoria Ocidental, até agora relativamente poupado pela guerra civil entre o Presidente Salva Kiir e o ex-Vice Presidente Riek Machar. Já em dezembro, Yambio se tornou uma cidade-fantasma após a fuga dos moradores por causa da violência dos combates entre o exército fiel ao Presidente Salva Kiir e uma milícia local (veja Fides 10/12/2015).
As autoridades locais dirigiram um apelo aos habitantes para que retornem à cidade, afirmando que as condições de segurança melhoraram. Mas, ao lado da insegurança, os altos preços dos gêneros de primeira necessidade mantêm os desalojados de Yambio distantes.
Não obstante os acordos de paz alcançados em agosto passado, confrontos e hostilidades persistem em muitas áreas do Sudão do Sul. O conflito civil, de dezembro de 2013 até hoje forçaram 2,3 milhões de pessoas à fuga. Delas, 650 mil fugiram para o exterior e 1,65 milhão estão deslocadas dentro do país.
(L.M.) (Agência Fides 12/1/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network