ÁFRICA/RD CONGO - Bispos anunciam um Comitê de controle para relançar o processo eleitoral

Segunda, 11 Janeiro 2016 bispos   eleições  

Kinshasa (Agência Fides) – Os bispos da República Democrática do Congo (RDC) anunciaram ter constituído um Comitê de controle para acompanhar os acontecimentos políticos no país neste ano, caracterizado por um calendário eleitoral intenso e por uma situação que eles definem “muito preocupante”.
O anúncio surge após os encontros da delegação especial da CENCO (Conférence Episcopale de la Rép. Démocratique du Congo) no âmbito das consultas nacionais prometidas pelo Presidente Joseph Kabila em vista dos eventos eleitorais. Ao agradecer o Chefe de Estado pela atenção dirigida aos Bispos e os representantes dos partidos políticos e da sociedade civil que participaram das consultas, Dom Nicolas Djomo, Bispo de Tshumbe e Presidente da CENCO, sublinhou: “Não obstante as divergências das respectivas posições, expressão da liberdade democrática, cada componente, por amor de nossa pátria-mãe, mantém aberta uma fresta para favorecer os intercâmbios no interesse supremo da nação”.
Para continuar a relacionar-se com as várias instâncias institucionais políticas e sociais nesta fase delicada, a CENCO decidiu a criação de um “Comitê de Controle” formado por seis Arcebispos Metropolitas da Igreja da RDC (os Arcebispos de Bukavu; Kananaga; Kinshasa; Kisangani; Lubumbashi; Mbandaka-Bikoro) mais o Presidente e o Vice Presidente da CENCO. “O dever do Comitê – lê-se no comunicado recebido pela Agência Fides – é manter o contato com todos os protagonistas, suscitar e consolidar a confiança recíproca e encorajar as iniciativas para relançar o processo eleitoral”.
As eleições, especialmente as presidenciais, estão em risco devido a dificuldades econômicas e legislativas (veja Fides 4/1/2016).

(L.M.) (Agência Fides 11/1/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network