ÁSIA/IÊMEN - Bombardeado o hospital de Shiara: mortos, feridos e edifícios desabados

Segunda, 11 Janeiro 2016 saúde  

Julien Harneis

Sana’a (Agência Fides) - O hospital de Shiara, no distrito de Razeh, no norte do Iêmen, foi danificado em 10 de janeiro de 2016. Um bombardeio causou pelo menos quatro mortos e dez feridos, além da queda de vários edifícios da estrutura médica aos cuidados de Médicos Sem Fronteiras (MSF). Segundo um comunicado difundido pela organização enviado à Agência Fides, o número de feridos pode aumentar, e pode ainda existir pessoas no meio das ruínas. A equipe e os pacientes foram evacuados, os doentes foram transferidos para o hospital Al Goumoury em Saada. O conflito aumentou particularmente no distrito de Razeh. A população da área foi atingida fortemente pelos bombardeios contínuos e pelo peso de dez meses de guerra.
O hospital de Shiara já tinha sido bombardeado antes que MSF começasse a colaborar em novembro de 2015 e os serviços foram reduzidos a emergências, maternidade e atividades salva-vidas. Trata-se do terceiro bombardeio contra estrutura médica de MSF nos últimos três meses. Em 27 de outubro de 2015 o hospital de Haydan foi destruído por um bombardeio aéreo perpetrado pela coalizão guiada pela Arábia Saudita (SLC) e em 3 de dezembro passado foi atingido o centro de saúde em Taiz. No Iêmen, MSF está trabalhando nas regiões de Aden, Al- Dhale, Taiz, Saada, Amran, Hajjah, Ibb e Sana'a. Desde o início da crise em março de 2015, as equipes médicas curaram mais de 20 mil feridos de guerra. Estão trabalhando em 11 hospitais e centros de saúde e ajudam regularmente 18 centros de saúde. A organização até agora enviou mais de 790 toneladas de material médico. (AP) (11/1/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network