ÁFRICA/TOGO - Renúncia do Bispo de Sokodé e nomeação do sucessor

Segunda, 11 Janeiro 2016

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – O Santo Padre Francisco, em 3 de janeiro de 2016, aceitou a renúncia ao governo pastoral da diocese de Sokodé, no Togo, apresentada por Dom Ambroise Kotamba Djoliba, em conformidade ao cânone 401 § 1 do Código de Direito Canônico.
O Santo Padre nomeou Bispo da diocese de Sokodé o Rev. Célestin-Marie Gaoua, Reitor do Seminário maior filosófico em Tchitchao, na diocese de Kara.
O novo Bispo nasceu em Wahala, diocese de Atakpamé, em 6 de abril de 1957. A partir de 1972, frequentou o Seminário menor St. Paul, em Atakpamé. Depois do fechamento deste Seminário, prosseguiu os estudos no Liceu estadual. A seguir, frequentou o Seminário maior Saint Gall, em Ouidah, no Benin, para os cursos de Filosofia e Teologia. Foi ordenado sacerdote em 27 de dezembro de 1986.
Depois desempenhou os seguintes cargos: 1987-1991: Reitor do Foyer du Petit Séminaire St. Paul de Atakpamé; 1991-1994: Reitor do Séminaire Moyen P. Jérémie Moran, de Atakpamé; 1994-1999: especialização na França, período no qual foi Vigário paroquial na paróquia Saint-Joseph a Montigny-les-Metz (1997-1999); 2000-2009: Missionário fidei donum na diocese de Sokodé, onde foi Vigário paroquial e sucessivamente pároco na paróquia da Catedral e, de 2005 a 2007, Administrador paroquial da paróquia Notre Dame de la Visitation, de Kulundé; 2009-2015: Reitor do Seminário maior filosófico nacional Benoît XVI, em Tchitchao, na diocese de Kara. (SL) (Agência Fides 11/01/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network