Bujumbura (Agência Fides) - Uma forte explosão ocorreu nas proximidades de um convento católico em Bujumbura, capital do Burundi

Terça, 5 Janeiro 2016 grupos armados  

ÁFRICA/BURUNDI – Explosões em Bujumbura; opositores burundineses ameaçados de morte em Nairóbi
O episódio aconteceu ontem, 4 de janeiro. “Ainda não sabemos bem como foi”, dizem à Agência Fides fontes locais que preferem permanecer anônimas. “Falou-se de tiros de morteiro, mas a explosão foi forte demais e pensamos que se trate de um explosivo lançado a mão”. “Estamos verificando as notícias, porque as autoridades afirmam que nas recentes explosões que atingiram a capital, morreram cerca de dez policiais, mas na realidade não se sabe bem o que aconteceu. O que está certo é que uma mulher ficou ferida na explosão perto do convento”, dizem as fontes. O Burundi parece estar numa guerra civil com consequências que estão chegando aos países vizinhos. “As últimas notícias divulgadas pelo rádio informam que em Nairóbi, no Quênia, domingo, dia 3, foi morto um membro das milícias do governo, Imbonerakure, e se sabe que os opositores do Presidente Pierre Nkurunziza que se refugiaram no Quênia foram ameaçados de morte por membros do Imbonerakure infiltrados no território queniano”, afirmam as fontes.
Todas as manhãs, em Bujumbura são encontrados cadáveres deixados pelos “esquadrões da morte”. “A polícia e as milícias próximas ao Presidente sequestram pessoas e certas vezes, pedem resgates elevados em troca de sua libertação; em outros casos as matam. Também estão em forte aumento as violências contra mulheres e jovens perpetradas por policiais e milicianos. Assim, a situação está cada vez mais perigosa e preocupante”, concluem as fontes da Fides.

(L.M.) (Agência Fides 5/1/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network