EUROPA/ITÁLIA - “Existe vida além do HIV”: mais da metade das pessoas idôneas ao tratamento ainda sem curas

Terça, 1 Dezembro 2015 saúde  

doodle dubz

Roma (Agência Fides) - 45% dos 37 milhões de pessoas que convivem com o HIV não sabem que estão infectadas pelo vírus. Por ocasião do Dia Mundial de Luta contra o HIV/AIDS, que se celebra em 1° de dezembro de cada ano, a ong Médicos Sem Fronteiras (MSF) recorda que não obstante os muitos progressos feitos e os objetivos ambiciosos marcados pelas Nações Unidas, ainda mais da metade das pessoas contagiadas não tem acesso aos cuidados dos quais necessitam.
Num comunicado enviado à Agência Fides, a Ong declara que para vencer a luta contra a AIDS e combater o estigma associado à doença é fundamental envolver em primeira pessoa pacientes e comunidades. Na África do Sul, por exemplo, MSF colaborou com artistas locais e pacientes soropositivos que decidiram participar na realização de um mural que mostra os seus rostos, para exortar outros jovens a enfrentar a doença com coragem e demonstrar que podem viver uma vida saudável e satisfeita. São visíveis na fachada do OR Tambo Hall, o maior, mais conhecido e visível edifício de Khayelitsha, um subúrbio superlotado de Cidade do Cabo, onde mais de um adulto a cada cinco possui HIV, num país onde a cada quatro minutos um jovem de 15 a 29 anos é infectado. O projeto foi pensado para e com as pessoas soropositivas da cidade. Não obstante as enormes dificuldades, estas pessoas vivem uma vida ativa e criativa, mostrando que o HIV não é de alguma forma uma condenação à morte. Querem transmitir esta mensagem positiva cada vez mais para encorajar outros a fazerem o teste e receberem o tratamento a fim de viver uma vida saudável e satisfeita. Para contar o projeto, a Ong difundiu o vídeo “Existe vida além do HIV”, visível no endereço https://youtu.be/fipXgwU_Mr4. (AP) (1/12/2015 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network