http://www.fides.org

Europa

2003-09-15

EUROPA/ESLOVÁQUIA - CONCLUÍDA A VISITA APOSTÓLICA DO PAPA NA ESLOVÁQUIA: “UMA IGREJA RICA EM SANTIDADE, AUDAZ NO BEM E FORTE NO TESTEMUNHO”

Bratislava (Agência Fides) – Concluída no domingo, 14 de Setembro, a terceira visita pastoral do Santo Padre joão Paulo II em Eslováquia (11 a 14 de Setembro). Acolhido por milhares de pessoas, em grande parte por jovens, o Papa visitou as dioceses que não haviam sido visitadas nas duas viagens anteriores ( 1990 e1995).
Sexta- feira, 12 de Setembro, na praça do Ressurgimento Nacional de Banska Bystrika, o Santo Padre presidiu a Concelebração Eucarística por ocasião do início do Sínodo diocesano. No dia da festa litúrgica do “Nome de Maria”, o Papa convidou a tomar como exemplo a Virgem Maria, a qual “nos ensina o caminho em direção a uma liberdade madura. Em nosso tempo, não são poucos os cristãos batizados que ainda não amadureceram, em modo adulto e consciente, a sua fé. Se dizem cristãos, mas não reagem com responsabilidade plena à graça recebida; ainda não sabem o que querem e porque o querem. Eis a lição a ser colhida hoje: é urgente educar-se á liberdade. Em particular, é urgente que, nas famílias, os pais eduquem à justa liberdade os próprios filhos, para preparar-lhe a responderem em modo adequado ao chamado de Deus”.
Na Mensagem à Conferência Eslovaca, por ocasião do X Aniversário de sua constituição, o Papa lembra que “ a Igreja de Deus que está na Eslováquia, nascida nos tempos obscuros da perseguição e do silêncio, nos quais ofereceu uma prova luminosa de fidelidade ao Evangelho, pode neste últimos anos retomar as suas atividades, obtendo também as estruturas necessárias para o livre exercício de sua missão”. Em particular o Santo Padre cita o acordo geral de base subscrito com a república Eslovaca em 2000, o trabalho das Comissões mistas para preparar outros acordos parciais, a ereção do Ordinariato Militar, a abertura da Universidade Católica em Ružomberok e a potencialização das transmissões da Rádio Lúmen.”
Sábado, 13 de setembro, o Santo Padre celebrou a Santa missa no campo de Podrakos em Roznava: entre os fiéis, uma significativa representação dos 500.000 húngaros que vivem na Eslováquia , a quem o Papa dirigiu-se em húngaro com estas palavras: “orgulhosos das vossas tradições e fiéis ao ensinamento dos vossos pais, mantenham firme a vossa fé e viva a esperança, tirando forças da união com Cristo e com a Sua Igreja. A vossa presença é um constante enriquecimento para a Eslováquia e sei que os Pastores desta Igreja local preocupam-se em ir ao encontro das vossas aspirações espirituais, salvaguardando sempre a unidade eclesial, fator de crescimento humano e espiritual para toda a sociedade eslovaca”
Durante a homilia o Papa também lembrou um provérbio eslovaco: “As palavras advertem, os exemplos arrastam” e explicou: “Sim, caros irmãos e irmãs, grande é a contribuição que também vocês podem dar, com o estilo de vossa vida cristã, à evangelização do mundo contemporâneo e à construção de uma sociedade mais justa e fraterna. Assim, vos digo com o Apóstolo Paulo: Considerais o vosso chamado!”
O dia da festa da Exaltação da Santa Cruz, domingo 14 de setembro, João Paulo II presidiu a última Concelebração Eucarística em terra eslovaca, na esplanada de Petrzalka em Bratislava. Durante o rito, foram proclamados Beatos o Bispo Vasil’ Hopko e a religiosa Ir. Zdenka Cecília Schelingova, mártir da perseguição comunista contra a Igreja.
Ao final da celebração, o Santo Padre introduziu a oração do Angelus convidando os presentes a irem mentalmente “ao pé da cruz de Cristo e receber dEle o dom sublime de sua Mãe, que desde aquele momento tornou-se Mãe da Igreja”. Os textos dos discursos do Santo padre estão disponíveis em nosso site www.fides.org
(S.L.) (Agência Fides 15/09/2003 – Linhas 47; Palavras: 619)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network