http://www.fides.org

Vaticano

2003-05-10

VATICANO - CARTA DO PAPA À ARQUIDIOCESE DE CRACÓVIA E À IGREJA DA POLÔNIA PELO 750º ANO DE CANONIZAÇÃO DE SANTO STANISLAO

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – “Crescer na santidade! Construir o edifício da vossa vida apoiados sobre a rocha da graça divina, sem economizar esforços, para que a sua solidez seja fundada sobre a fidelidade a deus e aos seus mandamentos!” Com estas palavras o Santo Padre João Paulo II se dirige aos fiéis poloneses em uma carta inscrita por ocasião das celebrações do 750º aniversário de canonização de Santo Stanislao, Bispo e Mártir, que acorrerão no domingo próximo, 11 de maio.
“Stanislao di Szczepanów – destaca a Carta – inspirou a vida de muitos santos e beatos em nossa terra. Existe um profundo ligame espiritual entre a figura deste grande patrono da polônia e numerosos santos e beatos, que deram um grande contributo de bem e de santidade na história de nossa Pátria (...) Esta corrente de santidade, em que o primeiro anel em terras polonesas é Santo Stanislao, não pode ser interrompida. ocorre que todos nós, filhos da terra polonesa, nos sintamos responsáveis pela prolongação e o transmitamos às gerações futuras como o mais precioso tesouro. Eis o desafio que Santo Stanislao coloca hoje a todos os fiéis”.
O papa afirma: “ de todo o coração quero unir-me às celebrações de tal jubileu e exprimir a minha união com o clero e com os fiéis da Igreja em Cracóvia e em toda a polônia, que se reúnem diante do túmulo de Santo Stanislao, para louvar a Deus por todas as graças, recebidas da nação polonesa pela sua intercessão, no curso dos séculos”.
Recordando a grande contribuição dada à história da nação e da Igreja na polônia pelo “Santo Bispo” que “ permanece como patrono da ordem moral e da ordem social em nossa Pátria”, o Santo Padre destaca: “ Também hoje, de fato, é necessário coragem na transmissão e na defesa do santo depósito da fé, e ao mesmo tempo daquele amor de Deus que se manifesta em uma incessante solicitude pelo homem, por cada filho de Deus exposto às adversidades que parecem apagar a luz da esperança na vitória da verdade, do bem e da beleza, em um futuro melhor na realidade temporal e na eterna felicidade no reino de Deus. o exemplo de amor generoso de Santo Stanislao ilumine os Pastores da Igreja na polônia”.
(PA) (Agência Fides 9/5/2003; linhas: 32; palavras: 388)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network