http://www.fides.org

Africa

2003-09-04

ÁFRICA/R.D. DO CONGO - GRANDE PREOCUPAÇÃO DA IGREJA CATÓLICA COM A SITUAÇÃO DE KISANGANI, A TERCEIRA MAIOR CIDADE DO CONGO

Kinshasa (Agência Fides) – A Igreja Católica do Congo exprime uma grande preocupação com a situação de Kisangani, no nordeste da República Democrática do Congo (RDC), segundo o último boletim da Agência DIA, que entrevistou o padre jesuíta Michel Lobunda. Segundo o religioso, Kisangani, a terceira maior cidade da RDC está reduzida a uma grande vila. os poucos hospitais existentes estão reduzidos a simples edifícios privados de meios para cuidar dos pacientes. A Aids esta dizimando a população e o povo acaba apelando para a bruxaria, acreditando assim conseguir solucionar os seus problemas.
desde 1998, Kisangani está nas mãos do Reagrupamento Congolês para a democracia (RCD) – Goma, um dos principais grupos de guerrilha que se opõe ao governo central de Kinshasa. Neste contexto, a igreja católica é com freqüência, o único ponto de referência para a população. Além de continuar o próprio trabalho pastoral, ainda que entre inúmeras dificuldades, a Igreja é muito ativa no campo social: campanhas contra a difusão da Aids; gestão de escolas e centros sanitários; criação de ONGs (Organizações não governativas) para a assistência das mulheres vítimas da guerra civil, promoção dos direitos do homem. Seja acrescido que as ONGs internacionais e a própria Monuc (Missão das nações Unidas no Congo) preferem colaborar com a Igreja que com as autoridades locais.
(L.M) (Agência Fides 4/9/2003 – linhas: 20; palavras: 230)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network