VATICANO - O Card. Filoni conclui a visita a Bangladesh encontrando famílias e seminaristas

Segunda, 14 Setembro 2015

Tejgaon (Agência Fides) – Prosseguindo sua visita pastoral e Bangladesh, na tarde de sábado, 12 de setembro, o Card. Fernando Filoni, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, celebrou a Santa Missa vespertina na igreja de Nossa Senhora do Rosário de Tejgaon, dedicando-a especialmente às famílias. “Esta comunidade eclesial tem raízes que datam do século XVI – recordou o Cardeal na homilia – mesmo que esta terra tenha sido considerada território de missão somente em 1852. Inicialmente confiada à Congregação da Santa Cruz (CSC) e depois à ordem beneditina (OSB), tornou-se Diocese em primeiro de setembro de 1886; e Arquidiocese Metropolitana em 15 de julho de 1950”. É portanto, sublinhou o Cardeal, uma “comunidade relativamente pequena, mas belíssima e extraordinária aos olhos de Cristo”.
Sobre a fisionomia desta comunidade, o Prefeito do Dicastério Missionário destacou que “o nosso dever, conhecido o Senhor, é professar a nossa fé Nele, sem hesitações” e que “a primeira dentre os fiéis que creram e seguiram Cristo foi Maria… a primeira discípula a dizer ‘sim’, ainda antes que seu Mestre e Senhor fosse concebido”. O Card. Filoni exortou todos a seguir Cristo e a Virgem Maria, e dirigindo-se especialmente às famílias, disse: “Que cada família aqui em Bangladesh possa viver com a dignidade da família de Deus, refletindo a unidade na diversidade do mistério da Santíssima Trindade e da Santa Família de Nazaré, na união do amor e sempre a serviço da Mãe Igreja e de toda a humanidade!”
Domingo, 13 de setembro, último dia de sua visita pastoral, o Card. Filoni foi ao Seminário maior “Holy Spirit” em Banani, aonde celebrou a Santa Missa e encontrou os seminaristas e a comunidade dos formadores. Na homilia, retomou e enriqueceu as palavras proferidas pelo Papa Francisco em um encontro com seminaristas de diversos colégios de Roma, indicando quatro pilastras da formação ao sacerdócio: a formação espiritual; a formação acadêmica; a formação à vida comunitária e a formação pastoral. Em seguida, o Prefeito do Dicastério Missionário evidenciou a especial sintonia com as Leituras do domingo: “estas palavras oferecem grandes encorajamentos a todos vocês que estão em formação”, e concluiu com o seguinte encorajamento: “O período de formação é o melhor momento em que o Senhor nos abre os ouvidos e a mente para confiar-lhes os tesouros de sua Palavra e de sua graça. Coragem! O Senhor os chama para uma bela e generosa aventura. Nunca percam a alegria deste chamado, porque ela é o calibre de sua vocação. Sem alegria, não há vocação e uma vocação sem alegria já está consumida”. Na tarde de domingo, 13, o Cardeal visitou o Primeiro Ministro e partiu rumo à Índia. (SL) (Agência Fides 14/9/2015)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network