OCEANIA/AUSTRÁLIA - Na Quaresma se recorda o monge Thomas Merton

Sexta, 6 Fevereiro 2015

Sydney (Agência Fides) - Durante a Quaresma a Igreja na Austrália recordará “uma das maiores vozes da Igreja da idade moderna, o monge trapista, místico e escritor, Thomas Merton, no centésimo aniversário de nascimento”. É o que refere uma nota de “Catholic News”, serviço de informação da Conferência Episcopal Australiana, enviada à Agência Fides. A vida e os escritos de Merton “não são apenas historicamente importante, mas oferecem um testemunho profético de uma visão que mostra o caminho rumo ao futuro”, disse Christine Hogan, diretora de “Catholic News”.
Kerrie Hide, estudiosa da “Comissão para as mulheres católicas”, lembra que “a linguagem poética de Merton introduz um conhecimento contemplativo da sacralidade do momento presente”. “Nós vivemos na presença de Deus, um Deus que nos chama a viver um diálogo ininterrupto, na intimidade, em união com ele”. Serão estes os temas aprofundados durante o tempo quaresmal pelos fiéis australianos.
Nascido em 31 de janeiro de 1915 na França e morto em 1968 na Tailândia, Merton foi um modelo do monaquismo defensor de uma vida simples, conduzida ao essencial, de uma “escola de caridade”, capaz de testemunhar aos outros misericórdia e compaixão. (PA) (Agência Fides 6/2/2014)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network