VATICANO - O Card. Filoni celebra 50 anos da diocese de Xuan Loc: “famílias e paróquias se tornem famílias de Deus”

Segunda, 26 Janeiro 2015

Xuan Loc (Agência Fides) – “Hoje com vocês tenho a alegria de celebrar o 50° aniversário da criação desta Diocese de Xuan Loc, que teve lugar em 14 de outubro de 1965, por decisão do Beato Papa Paulo VI, que ao mesmo tempo erigiu também a Diocese de Phu Cuong, a quem envio igualmente minha saudação e auspícios”. São as palavras do Card. Fernando Filoni, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, que na tarde de 24 de janeiro, presidiu a Concelebração Eucarística na Catedral da diocese de Xuan Loc, quase no final de sua visita pastoral ao Vietnã (veja Fides 19/1/2015). “Sei que vocês, fiéis de Xuan Loc, se prepararam para este aniversário com um belíssimo programa de cinco anos – recordou o Cardeal na homilia – que teve como centro ‘A Família’, em referência à Paróquia, ao mistério da Igreja, à caridade, ao anúncio do Evangelho e neste ano, ao mistério da Eucaristia”. Em seguida, dedicou palavras de apreço pelo trabalho realizado pelos Bispos que se sucederam no governo da diocese, pelos sacerdotes, os religiosos, religiosas e leigos, exortando-os com as palavras muitas vezes repetidas pelo Papa Francisco: “Coragem! Vão adiante!”.
Este ano, celebra-se o 50° aniversário da conclusão do Concílio Vaticano II e do Decreto missionário “Ad Gentes”, com o qual se pedia que a evangelização passasse a pleno título às Igrejas locais, e assim, se pode dizer que “Xuan Loc é fruto do Concílio e, como Igreja local, nestes anos, assumiu o dever de anunciar o Evangelho e fazer de vocês a verdadeira Família de Deus”, evidenciou o Card. Filoni, citando o tema pastoral corrente: “Renovar a nossa fé para que nossas famílias e nossas paróquias se tornem famílias de Deus”.
Referindo-se às leituras bíblicas proclamadas durante a Missa, o Card. Filoni evocou a afirmação do Profeta Isaías sobre a missão de Jesus: “O Senhor me consagrou para levar uma boa palavra aos pobres, curar as chegas dos feridos, dar a liberdade aos prisioneiros e manifestar a todos a misericórdia de Deus”. E sublinhou: “Existe uma missão mais bonita, mais nobre, maior do que esta? Esta é a sua missão, hoje! Não outra, mas esta!”. Em seguida, recordou a expressão de São Paulo: “Ai de mim se não evangelizar” e evidenciou: “Mas aonde? Quando? E a resposta é: em todo o lugar e sempre!”.
No Evangelho de Lucas, o próprio Jesus, na sinagoga de Nazaré, explica a sua missão: “Foi consagrado para anunciar aos pobres uma mensagem de alegria e um ano de graça”. O Cardeal finalizou: “Queridos irmãos e irmãs desta Diocese de Xuan Loc, faço minhas as palavras de Jesus e esta é a minha mensagem para vocês. E o Senhor lhes dê o consolo do servo bom e fiel que prepara o caminho à graça e à chegada do Senhor, a fim de que muitos irmãos e irmãs possam conhecer e amar Deus”. (SL) (Agência Fides 26/1/2015)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network