VATICANO - Cardeal Filoni em Da Nang: “com o mesmo entusiasmo dos Apóstolos e Missionários que levaram a fé a vocês, saibam levá-la adiante”

Sábado, 24 Janeiro 2015

Da Nang (Agência Fides) - Um ato solene de ação de graças a Deus pelo dom da fé veio a esta terra por meio de “missionários intrépidos”, e pela fidelidade ao Senhor dos antepassados “que mesmo nas perseguições testemunharam o amor a Cristo”: estes são os principais motivos da celebração presidida pelo Cardeal Fernando Filoni, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, na tarde de 23 de janeiro, no centro pastoral de Da Nang, no Vietnã, onde se encontra em visita pastoral (veja Fides 19/1/2015).
O cardeal recordou que “a Diocese de Da Nang foi criada em 18 janeiro de 1963 pelo Papa, hoje Santo, João XXIII, durante o Concílio Vaticano II e, podemos dizer que foi um dos primeiros frutos desse extraordinário evento eclesial, onde esteve presente o episcopado vietnamita”. A diocese decidiu celebrar este aniversário com dois anos de jubileu (2013-2015). Além disso, marca o 400º aniversário da evangelização do país: em 18 de janeiro de 1615 dois jesuítas, acompanhados por alguns cristãos japoneses, desembarcaram no porto de Hoi An e começaram o trabalho missionário neste território. Enfim, como sublinhou ainda o Cardeal Filoni, “marca o 50º aniversário do Decreto Conciliar sobre as missões ‘Ad Gentes’, com o qual os Padres Conciliares pediram para que a evangelização passasse integralmente às Igrejas locais”. Estes eventos foram o motivo da celebração solene presidida pelo Prefeito do dicastério missionário, durante a qual administrou o Batismo a 50 catecúmenos adultos e 10 crianças. “Aos recém-batizados - disse em sua homilia – chega o abraço e o carinho do Papa Francisco, e o meu afetuoso desejo de bem a vocês e suas famílias”. Comentando as leituras proclamadas, o Cardeal Filoni destacou que como disse o Profeta Isaías: “Não fomos nós que buscamos a Deus, que buscamos a fé. Não. Foi o próprio Deus que por primeiro veio nos procurar”. Na Carta aos Romanos, São Paulo ensina que Jesus, que é o centro da fé, “deve ser crido no coração e confessado ou proclamado com a boca e com a vida... A fé, ao mesmo tempo, é pessoal, mas também comum e pública; não é para alguns, mas para todos, sem distinção”. Enfim, o Evangelho recorda que a fé “é comunhão entre as pessoas, e isso significa ser Igreja; é comunhão de pessoas, como os Apóstolos em torno a Jesus e Maria, animados pelo Espírito Santo, e em seguida enviados”.
O Prefeito do dicastério missionário concluiu a homilia com esta exortação: “Queridos irmãos e irmãs de Da Nang; queridos irmãos e irmãs do Vietnã; peço-lhes para que aceitem esta missão e com o mesmo entusiasmo dos Apóstolos e Missionários que trouxeram a vocês a fé, saibam levá-la adiante. Muita gente está esperando para conhecer aqui hoje, Cristo. Bom apostolado!” (SL) (Agência Fides 24/1/2015)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network