EUROPA/SUÍÇA – Acidentes mortais, invalidez permanente e doenças em milhões de crianças obrigadas a trabalhar em todo o mundo

Quinta, 8 Janeiro 2015

Genebra (Agência Fides) – Atualmente, em todo o mundo, 168 milhões de menores trabalham. Dentre estes, 115 milhões de idade entre 5 e 17 anos se ocupam de trabalhos considerados de alto risco como mineiros, agricultores, pedreiros, domésticos e empregados em bares. Segundo nota da Organização Internacional do Trabalho (OIT) recebida pela Agência Fides, a cada ano morrem em todo o mundo 22 mil meninos e meninas por causa de incidentes profissionais, e não se sabe quantos se ferem ou adoecem devido ao trabalho que realizam. A ausência de medidas de segurança e de saúde causa frequentemente um número maior de incidentes, mortais e não-mortais, invalidez permanente, problemas de saúde, danos psicológicos, comportamentais e emotivos. O organismo internacional sediado em Genebra assinala que o fenômeno é bastante comum seja em países industrializados como nos em desenvolvimento e frequentemente, os menores começam a desempenhar atividades perigosas em uma faixa de idade muito prematura. O setor agrícola continua a ser o que mais explora os menores: 98 milhões em todo o mundo, representando 59% do total. No campo dos serviços, trabalham 54 milhões e na indústria, 12 milhões. (AP) (8/1/2015 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network