VATICANO - Os bispos são chamados a dar “um autêntico impulso missionário” às comunidades diocesanas

Segunda, 22 Setembro 2014

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – “A Igreja precisa dos Pastores, ou seja, servidores de Bispos que saibam se colocar em joelhos diante dos outros e lavar seus pés. Pastores próximos do povo, pais e irmãos dóceis, pacientes e misericordiosos, que amam a pobreza... Vocês são chamados a conduzir incessantemente o rebanho que lhes é confiado, mantê-lo unido e fiel ao Evangelho e à Igreja. Esforcem-se em dar um autêntico impulso missionário às suas Comunidades diocesanas, para que cresçam sempre mais, com novos membros... Estejam próximos de seus sacerdotes, zelem pela vida religiosa, amem os pobres”. São os conselhos que o Santo Padre Francisco ofereceu aos Bispos recém-nomeados, que encontrou sábado, 20 de setembro, no final do Seminário de atualização organizado pela Congregação para a Evangelização dos Povos. Os bispos estavam acompanhados pelo Prefeito do Dicastério Missionário, Card. Fernando Filoni.
O Papa destacou que hoje se sente “a imperiosa necessidade de uma conversão missionária… que diz respeito a todo batizado e a toda paróquia, mas que naturalmente os Pastores são chamados a viver e testemunhar, primeiramente”. Por isso, exortou os Bispos a orientar a sua vida e o ministério pastoral “nesta transformação missionária que interpela hoje o Povo de Deus”.
O Papa dirigiu um pensamento particular aos co-Irmãos bispos que não estavam presentes por vários motivos: “A todos, mando uma saudação fraterna e abençoada. Como gostaria, por exemplo, que os Bispos chineses ordenados recentemente estivessem presentes no encontro de hoje! Do fundo do coração, espero que este dia não esteja distante! Desejo assegurar-lhes não apenas a minha e a nossa solidariedade, mas também a do Episcopado mundial, para que na fé comum, sintam que, se por vezes têm a impressão de estar sozinhos, mais forte seja a certeza de que seus sofrimentos produzirão frutos – e grande frutos! – pelo bem de seus fiéis, de seus compatriotas e de toda a Igreja”. No clima do caminho sinodal sobre a família, Papa Francisco encorajou, enfim, os bispos a “promover a pastoral familiar, a fim de que as famílias, acompanhadas e formadas, possam sempre oferecer, melhor, sua contribuição à vida da Igreja e da sociedade”. (SL) (Agência Fides 22 /09/2014)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network