http://www.fides.org

News

2014-08-19

AMÉRICA/NICARÁGUA - “Ajudar a família, mas sem se intrometer na vida privada”, afirma o Bispo de Matagalpa

Matagalpa (Agência Fides) – "Acreditamos que o Estado deve cuidar da família, mas sem cair em formas de controle sobre ela”, disse Dom Rolando José Álvarez Lagos, Bispo de Matagalpa (Nicarágua), numa nota enviada à Fides. "É importante conhecer os limites até o ponto de impulsionar os Estados a ações para proteger os valores da família e até onde o Estado não pode superar esses limites, porque seria cair num controle que ofende a dignidade da família”, disse o Bispo que reiterou que a tentativa de controlar a família pode se traduzir “em anarquia e desordem na sociedade”.
As declarações de Dom Alvarez foram feitas enquanto na Nicarágua continuam os debates e protestos das organizações feministas sobre a lei contra a violência sobre as mulheres, em que se concede a possibilidade aos espaços de recorrer a um mediador estatal para resolver suas diferenças ou problemas. (Veja Fides 1/10/2013)
Em 21 de maio passado, a Conferência Episcopal da Nicarágua manifestou sua preocupação em relação ao código sobre a família, porque permite a intrusão de um terço nas questões familiares.
“A família é a unidade fundamental da sociedade, é aquela que transmite os valores civis, morais e cristãos às gerações futuras, devemos então ajudar a família respeitando a integridade, a privacidade e os direitos dos pais”, concluiu Dom Alvarez. (CE) (Agência Fides, 19/08/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network