http://www.fides.org

News

2014-08-19

ÁFRICA/SUDÃO DO SUL – A Conferência Episcopal define o fechamento da Rádio Bakhita, “a voz da Igreja”, como “desagradável”

Juba (Agência Fides) – O fechamento pelas autoridades da Rádio Bakhita, principal emissora católica do Sudão do Sul, foi definido como um evento “desagradável” por pe. Jacob Odwa, Secretário-geral da Conferência Episcopal Sudanesa.
Em 16 de agosto, o serviço de segurança atacou a sede da emissora em Juba, impedindo as transmissões e prendendo alguns jornalistas (veja Fides 18/8/2014), que foram libertados em seguida, com exceção do redator-chefe Ochan David Nicholas, que ainda está preso temporariamente.
A emissora é acusada de ter divulgado a opinião da oposição ligada ao ex Vice-Presidente Riek Machar, que acusou as forças do governo de ter sido as primeiras a atacar nos recentes confrontos nos estados de Unity e de Jonglei.
Pe. Odwa lamentou o fato que o governo deveria ter apresentado as próprias razões de modo diferente, ao invés de fechar “a voz da Igreja”.
Vários expoentes da sociedade civil definiram “inconstitucional” a interdição da programação da Rádio Bakhita, assim como a prisão de Nicholas, que não está detido pela magistratura, mas pelo serviço de segurança, que não tem pertinência para reter pessoas em custódia. (L.M.) (Agência Fides 19/8/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network