http://www.fides.org

News

2014-08-05

ÁFRICA/LIBÉRIA - Ebola: morreu o diretor do hospital Fatebenefratelli de Monróvia

Monróvia (Agência Fides) - Frei Patrick Nshamdze, diretor do hospital dos Fatebenefratelli (Ordem Hospitalar de São João de Deus) de Monróvia (Libéria) faleceu depois de contrair o vírus Ebola. Frei Patrick era de Camarões, mas havia estudado em Roma e há dois anos era o diretor geral do hospital de Monróvia.
“As autoridades isolaram todas as repartições públicas e também o nosso hospital para realizar as operações de desinfestação”, diz à Agência Fides Frei Pascal Ahodegnon, Conselheiro Geral responsável da Ordem para a África. “Outro co-irmão, de nacionalidade espanhola, e duas religiosas, estão internados. Estão sendo feitos controles para verificar se também foram infectados pelo Ebola”.
Frei Pascal diz que “A Libéria está isolada, mas continuamos a dar assistência com nossas equipes, enquanto nossa ONG está enviando ajudas, que infelizmente são insuficientes para cobrir todas as exigências”.
“Ainda não há uma terapia especifica para o Ebola, e o que precisamos são desinfetantes, luvas e máscaras para proteger o pessoal que trabalha, além de soros e anticoagulantes para reidratar os pacientes e deter as hemorragias. Até agora, estas foram as únicas medidas para tentar impedir o agravamento da doença; infelizmente, no entanto, nem sempre conseguimos evitar o percurso mortal”, conclui o religioso.
A febre hemorrágica já matou 887 pessoas na África ocidental (sobretudo na Libéria, Serra Leoa e República da Guiné), segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde. (L.M.) (Agência Fides 5/8/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network