http://www.fides.org

News

2014-07-31

ÁSIA/ÍNDIA - Em 25 de agosto, Dia da memória pelas vítimas dos massacres anticristãos em Orissa

Nova Délhi (Agência Fides) – Será celebrado em Orissa, no próximo dia 25 de agosto, um especial “Dia da memória” para recordar as vítimas dos massacres anticristãos ocorridos em 2007 e em 2008. Como apurado pela Agência Fides, para este Dia serão organizadas várias iniciativas, como vigílias de oração e manifestações públicas, para sensibilizar sobre a falta de justiça que, ainda hoje, se registra para com os sobreviventes.
O “Fórum de Solidariedade Nacional”, coalizão de várias organizações, de artistas, intelectuais, advogados e ativistas para os direitos humanos, comunica que várias ações e iniciativas sobre o tema da justiça estão previstas para aquele dia. O Fórum divulgou um apelo, enviado a Fides, que convida a sociedade civil na Índia e no exterior a se unir ao dia no qual recordar as vítimas dos ataques lançados por extremistas hinduístas no distrito de Kandhamal.
"Os adivasis (indígenas local) e os dalits cristãos sobreviventes ainda estão esperando por justiça, enquanto os culpados estão soltos", observa o comunicado, recordando que "é cada vez mais evidente que a violência foi completamente planejada e não foi o resultado de uma ação espontânea com base na identidade religiosa".
O Fórum lembra a violação clara daquele período e de hoje, "dos direitos das mulheres, das crianças, dos direitos religiosos, dos povos indígenas e dos dalits, dos direitos humanos em geral", levantando questões "sobre o papel da polícia, do judiciário, do governo e da mídia", notando como “tal tentativa de genocídio coloca em discussão os próprios fundamentos da democracia indiana”.
"É frustrante e doloroso observar que muitas pessoas foram mortas, muitas igrejas foram demolidas, as mulheres foram estupradas, as minorias religiosas convertidas à força, as casas queimadas, e até os orfanatos destruídos pela organização radical hinduísta Sangh Parivar, enquanto o Governo quase facilitou esse tipo de violência", afirma o texto. Por este motivo pedimos, em todo o país, adesões para o dia. (PA) (Agência Fides 31/7/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network