http://www.fides.org

News

2014-07-25

ÁSIA/IRAQUE – O líder curdo Barzani aos líderes das Igrejas: “Viveremos ou morreremos juntos”

Irbil (Agência Fides) - “Nós morreremos todos juntos, ou continuaremos a viver todos juntos com dignidade”. Assim, o líder curdo Masud Barzani, Presidente da Região autônoma do Curdistão iraquiano, se dirigiu ao Patriarca de Babilônia dos Caldeus, Louis Raphael I Sako, e aos outros representantes das Igrejas do norte do Iraque no encontro realizado com eles quarta-feira passada, 23 de julho, em Irbil. É o que confirmam fontes da Igreja sírio-católica consultadas pela Agência Fides.
No encontro, o Presidente Barzani repetiu que os cristãos obrigados a deixar Mosul sob pressão das forças do autoproclamado “Califado Islâmico” não devem pensar de modo algum em deixar o país e emigrar para o exterior, porque a Região autônoma do Curdistão está pronta a acolher e socorrer os deslocados e a proteger “suas vidas e sua terra” contra os que são definidos “terroristas”.
Num apelo sobre as vicissitudes de Mosul divulgado terça-feira passada, 22 de julho, o Patriarca Raphael I e os Bispos das Igrejas cristãs do norte iraquiano expressaram um eloquente apreço pelo papel assumido pela região autônoma do Curdistão iraquiano, apreciando sua pronta disponibilidade em “acolher as famílias desabrigadas, em abraçá-las e em ajudá-las. Nós – acrescentam os líderes das Igrejas no norte do Iraque – propomos a criação de um comitê conjunto entre o governo regional e os representantes do nosso povo para ir ao encontro do sofrimento das famílias dos refugiados e melhorar suas condições”.
“Os cristãos do Iraque – reitera à Agência Fides o sacerdote sírio-católico Nizar Semaan – querem viver em paz com todos. E apreciaram a condenação de expulsão dos cristãos de Mosul expressa de maneira unânime por representantes sunitas, xiitas e curdos em várias áreas do país”. (GV) (Agência Fides 25/7/2014).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network