http://www.fides.org

News

2014-07-24

ÁFRICA/BENIN - Crianças vendidas por seus pais como escravas por 30 euros: a campanha contra o tráfico

Porto Novo (Agência Fides) - "A pobreza e a desagregação do núcleo familiar são, sem dúvida, duas das principais causas do tráfico de crianças. A isso se acrescentam a falta de instrução das crianças e suas famílias, os conflitos e a instabilidade política nos países da África e da Ásia, em particular, a dívida acumulada pela família e a impunidade dos traficantes": Isto é o que se lê na nota enviada à Agência Fides para apresentar a campanha "Não estou a venda", promovida pelas Missões salesianas em Benin para proteger as crianças contra o tráfico de pessoas.
"O tráfico de crianças é uma das piores realidades com a qual estamos lidando, porque destrói a infância da criança e sua esperança para o futuro", continua o comunicado. Pe. Juan José Gómez, responsável pela casa de Dom Bosco “Abrigo” em Porto Novo, oferece um testemunho dramático: "Acolhemos as crianças que foram vendidas por cerca de 30 euros por seus pais". Para promover esta campanha foi preparado um vídeo que mostra muito nitidamente a situação em Benin sobre esta questão, uma situação que reflete o que está acontecendo na África, mas também em outros continentes.
Mais de um milhão de crianças no mundo são vítimas do tráfico de seres humanos, de acordo com a Organização Internacional do Trabalho. O número, no entanto, aumenta se forem contadas as adoções ilegais, matrimônios forçados e tráfico de órgãos. 27% de todas as vítimas do tráfico no mundo são identificadas como crianças, segundo dados das Nações Unidas. (CE) (Agência Fides, 24/07/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network