http://www.fides.org

News

2014-07-15

ÁSIA/TERRA SANTA - Gaza, proposta de trégua. Diretor da Caritas Jerusalém: intervir rapidamente para ajudar as vítimas

Gaza (Agência Fides) – O governo israelense declarou aderir à proposta de trégua avançada pelo Egito, embora na Faixa de Gaza assinalem-se ainda mortos palestinos em conseqüência de ataques aéreos realizados na manhã de hoje na aldeia de Khan Yunis. Na frente palestina, as Brigadas Ezzedin al-Qassam, braço armado de Hamas, rechaçam a proposta egípcia de “cessar-fogo”.
No entanto, os responsáveis por todos os organismos caritativos e humanitários ligados à Igreja Católica já estão organizando iniciativas comuns para responder à emergência. “Estamos reunidos na sede da Pontifical Mission”, refere à Agência Fides Padre Raed Abusahliah, Diretor da Caritas Jerusalém, “para fazer com que todas as nossas realidades ativas em Gaza enfrentem a emergência de maneira coordenada, esperando que a trégua seja realmente instaurada. Mas sabemos já que para além das intervenções imediatas, serão necessários projetos a longo prazo para tornar menos dolorosas as feridas profundas deixadas por este enésimo ataque militar na vida dos habitantes da Faixa. Não serão suficientes anos para sanar tudo o que foi destruído e aniquilado, numa situação onde a vida de todos já era marcada por mil problemas. É só pensar que já antes dos bombardeios, inclusive entre os 1300 cristãos presentes em Gaza, 34% das famílias não tinham qualquer fonte de renda”.
Segundo dados fornecidos pelos organismos de saúde atuantes em Gaza, a operação militar israelense provocou até agora 192 vítimas e mais de 1400 feridos entre a população palestina da Faixa. (GV) (Agência Fides 15/7/2014).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network