http://www.fides.org

News

2014-07-09

ÁFRICA/QUÊNIA - “A mídia deve contribuir para pacificar o país”: apelo dos Bispos

Nairóbi (Agência Fides) – A mídia deve contribuir para a pacificação do país, evitando fomentar a violência. É o apelo lançado pela Conferência Episcopal do Quênia, por meio de seu Secretário-geral, pe. Vincent Wambugu, que em uma declaração, pediu à imprensa que difunda notícias corretas, não viciadas por preconceitos, e utilize uma linguagem moderada, especialmente nos programas de debates e nas transmissões ao vivo de comícios eleitorais.
“Reconhecemos que a imprensa tem papel central na circulação das informações e na formação da opinião pública, e por isso, pedimos que introduzam mensagem de paz em sua comunicação, como ocorreu antes, durante e depois das eleições gerais”, afirma a declaração, publicada pela Agência CISA de Nairóbi. “Estamos conscientes de que urgem esforços unitários de todos os quenianos e a ação deliberada dos principais órgãos de imprensa para restaurar a confiança da população do Quênia em nosso país”, continua o documento.
A declaração da Conferência Episcopal foi publicada em coincidência com uma reunião convocada pela coalizão opositora para protestar contra o aumento dos preços, a insegurança, a má-gestão da coisa pública e a falta de aplicação por parte do governo da Constituição de 2010.
As regiões costeiras do Quênia foram também atingidas por uma série de ataques contra aldeias na área de Mpeketoni (veja Fides 16/6/2014), atribuídos pelo Presidente Kenyatta a políticos locais. Recentemente, os líderes religiosos do Quênia, em declaração conjunta, fizeram um apelo aos políticos para evitar “declarações incendiárias” (veja Fides 24/6/2014). (L.M.) (Agência Fides 9/7/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network