http://www.fides.org

News

2014-07-04

AMÉRICA/BRASIL - “Urgem respostas imediatas para a questão dos imigrantes”: a Igreja se mobiliza

Criciúma (Agência Fides) – “A questão dos imigrantes precisa de respostas rápidas, que superem a obra do acolhimento. No trabalho cotidiano das paróquias, precisamos de mais apoio aos imigrantes”, afirma pe. Onécimo Alberton, presidente da Caritas de Criciúma (Brasil), na reunião convocada pela diocese para identificar ações comuns para a emergência dos imigrantes. Uma nota enviada à Fides pelas Pontifícias Obras Missionárias do Brasil informa sobre o encontro, que envolveu organismos presentes na diocese para debater a questão. A Secretária da Caritas diocesana, Neuza Mafra, apresentou o caso dos haitianos: “A chegada dos haitianos se deve ao terremoto de 2010. Haiti tem fortes relações com o Brasil, que participa da missão da ONU no país desde 2004. O governo brasileiro, em nível internacional, defendeu as políticas migratórias baseando-se nos direitos humanos, diferentemente dos países desenvolvidos, que assumiram outra posição”, disse Dom Jacinto Inácio Flach, Bispo da diocese de Criciúma, que falou da situação na fronteira amazônica com o Peru: “Passam cerca de 2 mil haitianos por dia, rumo a todas as cidades do Brasil”. Muitas paróquias estão já promovendo iniciativas de acolhimento, doações de alimentos e roupas, aulas de português. Outros desafios devem ser enfrentados, como as questões jurídicas e as violações das leis trabalhistas. Segundo dados fornecidos pela Comissão para a Mobilidade humana da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, residem atualmente no Brasil mais de dois milhões de imigrados. (CE) (Agência Fides, 04/07/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network