http://www.fides.org

News

2014-07-01

EUROPA/ESPANHA - O fenômeno emergente das mulheres vítimas da exploração sexual e do tráfico de seres humanos

Madri (Agência Fides) – A polícia espanhola estima que as “vítimas potenciais” do tráfico de seres humanos sejam 10.862, encontradas em lugares onde foram identificadas outras vítimas, como zonas industriais, clubes de strip-tease ou motéis. Cerca de 12 mil foram descobertas. Os agentes da polícia admitem ter dificuldade em encontrar todas as “vítimas invisíveis” da prostituição forçada ou do tráfico. Segundo a coordenadora do projeto Esperanza, muitas dessas jovens consideradas “de risco” já vivem no ambiente da prostituição e, consequentemente, potencialmente podem cair na rede. Um estudo das Nações Unidas, publicado em 2009, mostrou que 79% dos casos de tráfico humano tem como finalidade a exploração sexual, sendo a maioria mulheres e menores. Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, todos os anos 1,2 milhão de menores são vítimas do fenômeno. A polícia identificou um aumento de cidadãs chinesas e espanholas envolvidas na rede da prostituição. Destas, muitas são estrangeiras que obtiveram a nacionalidade depois de anos de residência. O aumento de prostitutas chinesas representa um “fenômeno emergente”. Muitas delas têm medo de denunciar os carnífices que ameaçam as respectivas famílias e são mal tratadas ou sofrem abusos contínuos. (AP) (1/7/2014 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network