http://www.fides.org

News

2014-06-27

ÁFRICA/ETIÓPIA - Pobreza e fome, consequências de um sistema econômico injusto e incompreensível

Wukro (Agência Fides) - A pobreza na África é o resultado de uma economia global baseada na injustiça. A fome crônica parece um fenômeno completamente normal. "Ninguém pode imaginar o horror das consequências da pobreza", disse o Pe. Ángel Olaran, dos Padres Brancos, engajado há mais de vinte anos na Tanzânia e numa das regiões mais pobres da Etiópia. Chegando a Wukro, pequena cidade no nordeste do país, em 1994, com a tarefa de abrir uma escola de formação agrícola, suas atividades se espalharam para todos os setores da vida local que sofrem de fome e pobreza. Ao longo dos anos, de fato, o seu compromisso com a Missão de Santa Maria, ajudou a melhorar as condições sociais e também ambientais daquela área de Tigray, através das autoridades e várias Ongs espanholas.
Pe. Olaran iniciou e mantém vários projetos, incluindo, entre outras coisas, um centro de assistência a crianças desnutridas, iniciativas de microcrédito para ajudar prostitutas a encontrar um emprego, ajuda econômica aos idosos e pessoas deficientes, formação dos jovens em diferentes setores, apoio às pequenas cooperativas e planos de reflorestamento e irrigação. No entanto, o missionário não se sente "satisfeito" com o que tem sido feito até agora porque as "ajudas humanitárias são apenas um paliativo para o sofrimento daqueles que pagam as consequências de uma economia mundial baseada na distribuição desigual da riqueza, que faz com que os ricos se enriqueçam cada vez mais e os pobres se empobreçam cada vez mais". "Ajudar aqueles que sobrevivem na pobreza nos ajuda muito – disse Pe. Olaran - porque nos permite compartilhar algo mais e conhecer os outros". Ele concluiu dizendo: “quando falo com as mulheres obrigadas a se prostituírem por causa da fome, penso que todos nós devemos a elas um grande respeito”. (AP) (27/6/2014 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network