http://www.fides.org

News

2014-06-24

ÁFRICA/QUÊNIA – Água potável e saúde primária para limitar a mortalidade nas faixas mais vulneráveis da população

Isiolo (Agência Fides) – Na região rural de Isiolo, centro do Quênia, vivem mais de 143 mil pessoas que se dedicam principalmente à agricultura. Devido às escassas condições higiênicas, as doenças provocadas pela água contaminada (infecções gastrointestinais, disenteria, malária) são causas comuns de mortalidade nas faixas mais vulneráveis da população, como bebês, crianças e gestantes. Dentre as iniciativas para incrementar o acesso a fontes de água não contaminada e sensibilizar a população para comportamentos higiênico-sanitários corretos, além de serviços de base no território, o Comitê de Colaboração Médica (CCM), ao lado da Associação Internacional de Voluntários Leigos (LVIA), colabora com as autoridades locais na realização de um projeto para que as doenças mais comuns sejam diagnosticadas e curadas rapidamente. A ação se concentra nos distritos de Isiolo e Gambella, onde existem 15 Postos de Saúde assistidos pelo CCM através de fornecimento de medicamentos e pequenos equipamentos, além da formação e supervisão do pessoal médico. A sensibilização comunitária sobre higiene e saúde é feita nos postos de saúde, nas escolas, mercados e outros locais de agregação. Até o fim do projeto, estima-se que 39.363 mulheres e crianças usufruam de terapias, vacinas e assistência na gestação e durante o parto. (AP) (24/6/2014 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network