http://www.fides.org

News

2014-06-21

ÁFRICA/GUINÉ BISSAU - A Guiné Bissau readmitida na União Africana; toma posse o novo Presidente

Bissau (Agência Fides) – A Guiné-Bissau, depois de mais de dois anos de suspensão após o golpe de Estado, foi readmitida na União Africana (UA). Segundo fontes da organização pan-africana, as eleições realizadas entre abril e maio no país da África ocidental, em que estavam presentes observadores da UA para garantir a regularidade do pleito, marcaram de fato um regresso à vida democrática, colocando fim à suspensão. O segundo turno para a presidência foi vencido por José Mario Vaz, apoiado pelo partido africano de independência da Guiné-Bissau e Cabo Verde (PAIGC), ex-ministro das finanças, cerimônia de posse está prevista para 23 de junho. O primeiro-ministro é Domingos Simões Pereira, do PAIGC, e o novo Presidente da Assembleia nacional popular é Cipriano Cassamá. Em seu primeiro discurso depois das eleições o representante máximo do Parlamento guineense, anunciou a sua intenção de instituir uma Comissão de Ética, que dentre as suas funções intervenha sobre o trabalho dos deputados e membros do Governo, e a restabelecimento da Comissão para a reconciliação nacional, suspensa depois do golpe de estado de 2012.
A Guiné-Bissau viveu nos últimos anos uma longa instabilidade política, com vários golpes de Estado. Dentre os fatores mais preocupantes da situação socioeconômica estão o trânsito da cocaína proveniente da América Latina com destino aos mercados europeus e norte-americanos, o desmatamento, a depredação do mar, má administração dos recursos nacionais, pobreza e corrupção. (SL) (Agência Fides 21/06/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network