http://www.fides.org

News

2014-06-18

ÁSIA/PAQUISTÃO - Não à caução para os extremistas islâmicos que incendiaram o bairro cristão

Lahore (Agência Fides) – Anular a caução concedida pela Alta Corte aos extremistas que queimaram e devastaram, em março de 2013, o bairro cristão “Joseph Colony” em Lahore: é o que pede à Alta Corte de Lahore um grupo de advogados que representam os cristãos que sofreram danos e violências.
“O caso – observam à Agência Fides os advogados da Ong LEAD – é registrado como ‘incêndio doloso’ e se inclui na lei antiterrorismo. Poucos extremistas que participaram do incêndio foram presos, muitos já obtiveram a caução. Por outro lado, o cristão Sawan Masih, acusado de blasfêmia – o caso que desencadeou a reação dos radicais – foi condenado à morte injustamente. Não se pode esquecer o caso de Asia Bibi, que ainda aguarda um processo apelo, sempre adiado”. Não são bons sinais para a sociedade paquistanesa: “O Paquistão – explica o advogado Sardar Mushtaq Gill – não está diante somente de uma série de ataques contra as minorias: está enfrentando o desafio de uma desestabilização geral do país. É preciso que o governo se esforce em erradicar o terrorismo. Os cristãos paquistaneses desejam viver em um estado não fundamentalista, no qual as minorias religiosas sejam seguras”. (PA) (Agência Fides 18/6/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network